Problema / Defeito na caixa de cambio PEUGEOT 307 (Automático)

9 jan

Alguns messes atrás tive um grande problema com esse defeito de fabrica desse carro (PEUGEOT 307  Automático).

Quando estava andando com o carro o mesmo deu um tranco e apresentou a seguinte mensagem no painel:

“Defeito na Caixa da Cambio”

Pesquisando na internet vi que esse problema é cronico do carro, quando passa dos 50.000km.
Junto com essa pesquisa encontrei uma solução que poderia resolver o problema.
No youtube tem uma pessoa de boas intenções que publicou o problema e como se resolve.
Segue o link do video: http://www.youtube.com/watch?v=qIywuYGwG8Y


O titulo do video: Falha no Câmbio Automático da linha Citroen e Peugeot.

Segundo o vídeo o problema se resolve com a troca dos solenoides (termo técnico dos sensores).

Pesquisando em São Paulo por um mecânico que fizesse esse trabalho encontrei valores de R$ 2.500,00 a R$ 6.500,00 (isso mesmo um cara queria 6k).
Na concessionaria eles cobram R$ 600,00 apenas para fazer o orçamento.

Mas com uma sorte encontrei um cara honesto nesse mundo, que resolveu o problema e cobrou o justo para trocar os solenoides!
Ele fez o serviço de um dia para o outro e cobrou em torno de R$ 1.200,00.
Já se passaram 90 dias e o carro está normal.

Segue os dados para quem precisar:
Clinicas dos Automáticos - Procurar por Alexandre
(11) 2376 – 0686
São Caetano do Sul – SP

site: http://www.clinicadosautomaticos.com.br/

Sua oficina fica perto da estação do trem São Caetano da CPTM.

Obs: Não vou deixar o seu endereço porque eu não tenho autorização e o mesmo também não consta no site da empresa.

About these ads

54 Respostas para “Problema / Defeito na caixa de cambio PEUGEOT 307 (Automático)”

  1. Jessica Guimarães abril 13, 2013 às 9:45 pm #

    Matheus, o meu carro esta com esse mesmo problema! Na peugeot da ricardo Jafet eles cobram r$ 800,00 reais, para fazer esse trabalho. Porem nada de garantias, afinal por eles é necessária a troca do cambio inteiro! que Saia por R$ 6000,00. Eles iam colocar um novo.. Po 6 paus, eu nao tenho essa grana rs… Enfim tava com medo de trocar as eletrovalvulas(solenoides) e o oleo do cambio. Queria saber como esta o seu carro? Agora em abril. Qdo foi q fez as trocas! Vc teve q trocar algum coxim do motor? Eles te explicaram o porque do carro dar o tranco, parece q vai quebrar alguma coisa, fico morrendo de medo!
    Se puder me ligar 11 *********
    Agradeço
    Jessica

    • mateuscordeiro abril 14, 2013 às 9:08 pm #

      Jessica o meu esta ótimo não deu mais os trancos e nem os avisos no computador de bordo. Acho que vale correr o risco por R$ 800,00.
      Porem fica por sua conta e risco.
      Fui viajar com ele 1.600 km em 2 dias e tudo normal.
      Boa sorte!
      Obs: Ficamos no aguardo da sua experiência!

      • Jessica Guimarães abril 14, 2013 às 9:11 pm #

        Obrigada Matheus! To pensando em levar onde vc levou! afinal tem mais umas coisinhas que quero fazer! Ufa Vou levar essa semana mesmo, viajo qse todo dia e ta complicado!
        Vou ligar lá amanhã, Vlw Bjoss

  2. Alessandro maio 24, 2013 às 10:37 pm #

    bOA NOITE!!! MEU CARRO É UM 307 E ELE TA COMEÇANDO A DAR UNS TRANCOS DE VES ENQUANDO ,,,NAO APARECE NADA NO COMPUTADOR DE BORDO E NEM ENGASGA NEM NADA,,,MAS QUANDO O CARRO TA PARADO E VOU SAIR DO P PRA ANDAR ELE DA UM TRANCO E DEPOIS FUNCIONA NORMAL,,,,,,SERA DE DEVO SUBISTITUIR ESSA SOLENOIDE ANTES QUE AGRAVE O PROBLEMA GRATO ALESSANDRO PROCOPIO

    • mateuscordeiro junho 1, 2013 às 11:36 am #

      Alessandro,
      Acredito que seja melhor vc levar no mecânico mesmo pq se for algum problema não venha piorar e te causar mais prejuízo,
      Antes deles trocarem os solenoides eles passam uma leitor na computador do carro.

  3. Diego Rodrigues junho 19, 2013 às 12:43 pm #

    Bom dia, tudo que vcs disseram eu fiz, e achei um cara assim como o Mateus
    Empresa: Magaroto Transmissão
    Laurindo
    end: Rua Soldado Gentil Guimaraes, 21 Pq Novo Mundo
    tel 2949 1777

    meu 307 2010 estava com 63000 km deu o sinal de defeito no cambio e levei nele que trocou oleo filtro do oleo de cambio e as duas solenoides 800.00

    abraços

  4. Rodrigo S. julho 10, 2013 às 4:01 am #

    Tenho um 307 2.0 Griffe, ele está com pouco mais de 100 mil kM rodados, A mensagem de Defeito na Caixa de Cambio já apareceu algumas vezes, mas logo volta ao normal, e apresenta também um tranco na troca da primeira para a segunda marcha, procurei uma autorizada aqui em BSB lá foi passado o Scanner e apareceu uma mensagem dizendo que a pressão da caixa de cambio não estava normal, o Técnico sugeriu a troca de Duas eletro Válvulas Solenoides, junto com a troca do óleo de cambio que soma 5 litros, cada litro no valor de 110 Reais mais 371 Reais das eletro Válvulas + Mão de obra totalizando um valor de: 1.359,00 Reais.

    Esse cambio é o calcanhar de aquiles da linha 307, tive uma boa conversa com o Técnico , eu não sou do tipo que leva o carro em rede autorizada, mas pelo que me foi dito, para fazer essa troca e necessário que o óleo seja retirado em uma certa temperatura além de que esse cambio não tem vareta de medir o nível de óleo, o mesmo é medido em Scanner, fora que é preciso usar o mesmo óleo indicado pela montadora, e no final do processo deve ser zerado os parâmetros do veiculo, não sei se tudo isso é papo de vendedor, mas pelo que percebi o preço da autorizada não ficou muito diferente das oficinas que pesquisei, fora que em oficina não tem os recursos que tem na autorizada, acho que o serviço deve ser feito pra durar pois é muito caro.

    Ainda não fiz a troca, não sei se espero a os avisos ficarem mais frequentes ou até mesmo o cambio engatar somente a 3° marcha que é o que acontece nos casos mais extremos, enfim adoro o meu carro ele só peca nesse cambio que é uma M** quando eu fizer a troca eu aviso o resultado aqui.
    Abraçoss.

    • Jessica Guimarães julho 10, 2013 às 1:25 pm #

      Olá Rodrigo, se puder trocar o quanto antes melhor. O motivo do tranco é que o coxim do cambio ta quebrado, e se vc demorar para arrumar o cambio, troca das solenoides, um coxim vai quebrando o outro. Então o quanto antes melhor. O Meu carro tb é um griffe eu fiz a troca das solenoides e do oléo, a Peugeot condenou o cambio falou q tem q trocar, oq me dará uma despesa de R$8000,00. O problema voltou a apresentar no meu carro e pior, pq ele simplesmente parou de trocar as marchas. Como não tenho R$ 8000,00 reais, vou levar para a mesma pessoa q arrumou cambio antes. E vamos ver né… Espero q ele volte ao normal. No mais amo o carro tambem.

  5. Eduardo Loureiro julho 18, 2013 às 3:23 pm #

    Mateus, estou com um problema que nem a Peugeot daqui do Maranhão não resolve.
    Tenho um 307 2.0 16v automático que está literalmente sem força para subir uma ladeira. quando paro na ladeira e tento arrancar com o carro o mesmo não consegue subir. Uma simples lombada o carro não tem força para passar…
    Mas em compensação o carro na reta da os 180km/k sem problema algum, e se for tentar subir a ladeira já ‘embalado’ ele sobre sem problema algum..
    o carro não tem força para subir algum qdo parado.

  6. Ricardo J Gasparini julho 30, 2013 às 8:05 pm #

    Tenho um Peugeot 307 SW 2.0 Feline c/ 54000km, estava com esses problemas citados acima tbm, na concessionária sempre a mesma história para trocar o câmbio por um novo de 6.000,00 a 8.000,00, resumindo procurei me informar e localizei em minha cidade um excelente profissional que só mexe com citroen e peugeot, os serviços efetuados foram troca de oleo do cambio, troca das eletrovalvulas, e troca de coxim que estava quebrado( principal motivo dos trancos) o preço ficou salgado mais todas peças originais e o oleo alemão o mesmo utilizado BMW e PORCHE, gastei no total R$3.200,00 mais não me arrependo pois o carro ficou outro sem trancos, e mais econômico, o grande problema é que se olharmos para o manual o fabricante diz que o oleo do cambio automatico é vitalicio pura mentira, tem que ser efetuado a troca do oleo do cambio e das eletrovalvulas a cada 50000km se fizer isso vai ter o carro redondo por muitos anos, gosto muito do carro e não pretendo me desfazer dele pelos opcionais que tem e conforto e espaço interno, fica aí a dica…

    • Wendel Vilarinho setembro 20, 2013 às 3:53 pm #

      Ricardo, Acabei de postar um comentário sobre o que aconteceu com o meu carro. Vou verificar se o meu caso o coxim pode estar quebrado porque não acabou os solavancos. Abs

      • Jose Joel Marques novembro 11, 2013 às 9:47 pm #

        Caro colega. Tenho o problema que a maioria de vocês, com o cambio automático do meu Peugeot 307 SD Feline 2.0/16V/Completo/Automático/2007. Quando iniciou a peleja, fui logo trocando o coxim inferior do cambio, que se não bastasse, troquei o coxim superior direito, que é hidráulico e também o coxim superior esquerdo, depois as eletroválvulas e respectivamente o óleo do cambio. Resolveu? não, mas amenizou os trancos, digamos mudou de assustador para moderado. Depois de pesquisar bastante e ter tido contato com um experto em câmbios automático, que informou o seguinte: se o tranco dá logo depois da primeira partida do dia, nos primeiros 5/10mm minutos (carro ainda frio) trocar as válvulas solenoides e o óleo resolve, mas se o tranco acontece depois que andou bastante, principalmente na muvuca do transito com semáforos, anda para, para e anda, logo o óleo aquece, mas o coxim inferior está bom, é ai que começa a encrenca, dai só resolve se trocar o kit interno, que em oficinas especializadas (não em concessionárias) fica entre R$ 2.500 a 4.000,00, dependendo do desgaste e/ou comprometimento. Contatei esse experto em câmbios automático em São Paulo e ele me mandou um e-mail, garantindo que só troca o óleo por um adequado para o cambio de acordo com sua vida de utilização/KM rodados, faz calibração da pressão do óleo na caixa, zera parâmetros e atualiza o software, garantia 6 meses, valor total R$ 2.000,00. Se alguém já passou por esse procedimento e pode falar que é confiável, me retorne por favor. Att.

  7. Alexandre Baldissera agosto 13, 2013 às 11:13 pm #

    Tenho um 307 griff 2.0 2007 está com 62.000 km peguei ele faz uma semana fui viajar e voltei e nada aconteceu, hoje pela manha quando fui trabalhar ele começou a dar trancos e aparecer a mensagem de falha no cambio. vou ver aqui na minha cidade e em breve direi sobre o que aconteceu.

  8. Julio agosto 25, 2013 às 8:46 pm #

    Parabéns pela iniciativa desse site pois me ajudou bastante, estou pensando em comprar um 307 usado ano 2007 e o dono me falou desse defeito que é um pouco assustador, mas ele disse que em si pelo carro e pelo conforto vale arriscar , será????? abraços

  9. Wendel Vilarinho setembro 20, 2013 às 3:50 pm #

    Pessoal, tenho um Peugeot 307 Hatch Presence Pack 2.0 e tive o mesmo problema que a maioria de vocês. O carro da um solavanco ao passar de primeira para segunda marcha, levei o carro a um mecânico na minha cidade e fizemos todo o procedimento do vídeo, o problema não foi resolvido. Aconteceu com algum de vocês ?? O que foi feito apos ?

    • Renan Machado janeiro 5, 2014 às 12:03 am #

      olá Wendel… Ví seu comentário e a mesma coisa aconteceu comigo agora agora no final de dezembro 2013. Tenho um 307 Felina 2.0 automático, e fiz todo o procedimento das eletroválvulas e o carro ainda está com o problema, não sai da 3° marcha e da uns trancos. como já passou um tempo acredito que você já deve ter feito algum procedimento, pois ví que seu comentário é de setembro. O que você fez quando o problema persistiu?

  10. alessandro silva outubro 14, 2013 às 10:15 pm #

    eu tenho um peugeot 307 2.0,ele está com 102.000 km rodados,ele estava normal até que um dia apagou derrepente ,levei para oficina e o diagnóstico foi sondalambida,módulo,bico enfim varias peças da injeção, mandei trocar tudo,só que agora quando ele atinge 90 graus da temperatura do motor começa a dar um tranco forte na troca da primeira para segunda,um mecânico me falou que pode ser o módulo que foi concertado ,porém estou na dúvida.alguém pode me ajudar?

    • Rodrigo S. outubro 14, 2013 às 11:25 pm #

      Se o tranco for na troca da primeira para segunda marcha o defeito pode ser na caixa de cambio isso se o seu carro for automático, o certo é levar em uma autorizada e passar um scaner aqui em BSB eles não cobrar para fazer esse tipo de orçamento, fique atento para mensagens de alerta no painel, pois se for a caixa de cambio logo elas irão aparecer.

    • Wendel Vilarinho outubro 15, 2013 às 10:54 am #

      Alessandro,

      Tive o mesmo problema que o seu, de primeira pra segunda aos 90 graus ele chega a socar. Fiz tudo que o vídeo mostra, mas infelizmente não são todos que se resolve assim.
      Levei em outro mecânico especializado neste tipo de problema com 20 anos de experiencia e indicado pela PEGEOUT aqui de Goiânia, tem que abrir o cambio e trocar varias peças. Segue aqui o contato do meu mecânico para quer possa trocar uma ideia com ele.
      ANDRE CAMBIO AUTOMÁTICO – (62) 3258-5179 E (62) 9282-1628

  11. JOSE JOEL MARQUES outubro 15, 2013 às 12:02 pm #

    Olá a todos. Meus amigos que encrenca esse cambio automático da Peugeot, (AL4). Comprei uma belezinha dessas, 2.0/16V/COMPL/AUTOMT/COURO/GASOL, de uma concessionária da minha região com 72.000KM. O fato mais relevante foi que eu seria o segundo dono desse carro. Agora pasmem, depois de rodar menos de dois meses, comecei a perceber algo, levei a uma oficina não autorizada, mais renomada, ai de cara foi feito todo sistema do freio, troca das bieletas, buchas da barra estabilizadora e mais umas coisas lá. Mas tarde, troquei os 4 amortecedores e seus kits (incluindo axiais do dianteiro). Depois, tive de trocar todas as quatro buchas das bandejas da suspensão, dai foi indo, troquei a bomba d’água completa, troquei a valvula e a carcaça da válvula termostatica. Para completar, começou com esses tais trancos, isso depois de quente, após parar no semáforo e ter de sair engantando da primeira para a segunda, mas isso sem ter informação de anomalia no painel CB. Depois de pesquisar bastante, fui a uma concessionária e mandei trocar o oleo e essas benditas eletrovalvulas, que sendo pago a vista, ficou em R$ 980,00. Mas o problema do tranco não resolveu, agora me dizem que terei que trocar o tal de kit, que varia de R$ 2.500,00 a R$ 4.200,00 (dependendo da concessionária e oficina paralela). Confesso que o carro é um show em outros aspectos, mas não vale a pena pagar um preço desses para ter uma celebridade dessas. Já gastei quase R$ 7.000,00 só em manutenção com esse carro em apenas uma ano e meio. Hoje ele está com 98.000KM e acho que vou mandar arrumar o problema do cambio e passar para frente o mais rápido que puder. A titulo de esclarecimento, mesmo não fazendo todas esses manutenções em concessionárias, mas 90% das peças trocadas, foram compradas originais, nas concessionárias Peugeot.

    • JOSE J. MARQUES outubro 15, 2013 às 12:15 pm #

      E aproveitando o espaço, tem mais uma que esqueci, semana passada morri na bobina (não usa cabo, vai entre o dois comandos). Alerta: ao trocarem peças desse carro, mesmo sendo em oficinas particulares/paralela, pesquisem preços antes, procurem comprar peças originais. Porque falo isso, como informei, antes no topico anterior, não comprei as peças da concessionária porque tenho grana para jogar fora, foi simplesmente por pesquisar e achar mais barato nas concessionárias. Abraços e boa sorte a todos.

    • SAMUEL novembro 11, 2013 às 2:42 pm #

      DEPOIS DE ARRUMAR FICA COM ELE QUE NAO VAI MAIS ENCOMODAR CARA

  12. joao paulo novembro 5, 2013 às 6:10 am #

    Mateus, vc sabe me dizer se depois da troca dessas eletrovalvulas, o problema e resolvido e nao volta mais, ou pode acontecer de aparecer novamente?

  13. joao paulo novembro 5, 2013 às 6:13 am #

    Mateus vc sabe me dizer se depois da troca dessas eletrovalvulas o problema desaparece realmente ou pode voltar a acontencer? Valeu

    • mateuscordeiro novembro 5, 2013 às 9:58 am #

      João
      Já fazem 11 meses e até agora não tive problemas no câmbio!
      Mas jávi ggente que teve que trocar depois de um ano.

  14. SAMUEL novembro 11, 2013 às 2:38 pm #

    OK O MEU ESTAVA COM OMESMO PROBLEMA TROQUE AS SOLENOIDES POR 1200 REAIS E RESOLVEU

  15. Marco Ferelli novembro 18, 2013 às 1:59 pm #

    Pessoal, também tenho um 307 2.0 2008 Feline Automatico e o problema é exatamente o que descrevem: da 1a para a 2a marcha o carro da um tranco, demora a retomada na aceleração ( as vezes leva uns 3 segundos!!!), Apareceu a mensagem no computador de bordo sobre o problema na caixa de câmbio. O carro está com 85 mil km hoje, e o problema começou a aparecer com uns 75 mil km. Ja levei na mecânica por diversas vezes, ja foram trocadas as tais solenóides, só que o problema não resolveu. Penso que isso é um problema crônico do carro e todos nos clientes da marca estamos gastando os tubos para tentar resolver um problema que é do carro. Será que não devemos unir forças e fazer algo maior para a resolução deste problema? Abs Marco – marco.ferelli@gmail.com

    • JOSE J. MARQUES novembro 18, 2013 às 3:30 pm #

      Caro Marcos, essa é uma sugestão que concordo. Esse problema descrito que está acontecendo no seu, é exatamente o que aconteceu com o meu e de muita gente, quando feito justamente o que foi feito no seu. E não é bem um problema crônico, eu classifico como mais grave. Pesquise se você encontra câmbios automáticos de outras montadoras dando esse tipo de problema prematuramente com a frequência dos nossos (os franceses que usam essa encrenca de cambio AL4). Como seu caso é parecido com o meu, depois de pesquisar, as informações são as seguintes: se o cambio tem esse comportamento frio, ou seja, nos primeiros 5/10 minutos de movimento, dizem que se resolve trocando as duas eletroválvulas/solenoides, a troca do óleo do cambio, resetar parâmetros que ficam armazenados no CB e recalibragem da pressão do óleo na caixa do cambio. Agora se feito tudo isso bonitinho, não resolveu, analise o seguinte, se o tronco é depois que você roda, vai pra lá, pra cá, etc, ou seja, o óleo do cambio atinge, seus 90ºC, ai só trocando o kit interno (tem de arrancar o cambio) que vai de R$ 2.500,00 a 4.200,00 (dependendo do que foi comprometido, entre o surgimento do problema até o dia que abriu para manutenção). Tenho amigos que tem Toyota Corolla, Honda, Ford, Volks, automáticos com mais de 200.000 KM e nunca tiveram esse problema. Eu acho que deveríamos nos unir sim, (os proprietários de Peugeot, Renault, Citroen, ambos com esse cambio AL4) procurar uma advogado bom, ir ao código de defesa do consumidor e mover uma ação contra essas montadoras, não pedindo indenizações financeira e sim, reparação gratuitamente, pois esse problema parece ser falha no projeto do cambio, não propriamente fim de vida útil. Att.

      • JOSE HENRIQUE DOURADO DE ARAGÃO dezembro 24, 2013 às 9:55 pm #

        Tenho um 207 2010 com 35.000km. Ele apresentou o problema e em uma oficina que se diz especializada, aqui em Fortaleza, foi feita uma tal de reprogramação do câmbio, mais ou menos em agosto. Agora o problema voltou. Esse problema é de domínio público, já passei pelo constrangimento de um colega de trabalho me dizer, tem gente que adora isso, que todos sabem que Peugeot e Citroen automático é a maior “furada”. Se alguém este grupo estiver disposto a entrar com ação judicial eu estou nessa. Inclusive no RECLAME AQUI a empresa é super mau avaliada porque resolve poucos problemas que lá surgem e mesmo assim com grande demora nas respostas.
        Uma concessionária aqui de Fortaleza não percebeu que o ventilador do carro estava queimado e o carro me deixou no prego no meio da rua…não é só o carro que tem culpa no cartório.

        (85) 81156200 – 32244289

      • Flavia Soares abril 2, 2014 às 3:49 pm #

        Concordo. Devemos nos unir e pedir reparo gratuito desse ítem. Um absurdo desembolsar essa grana toda por um problema de fábrica. Fora isto, o carro é top. Adoro o meu Peugeot 307 sedan.

        Flávia Soares – SP
        flaviasbj@ig.com.br

    • Luciana Afonso abril 10, 2014 às 9:04 pm #

      Marco, tenho um 307 2.0 2008 Feline automático com problema identico. Os tais solenóides e o óleo foram trocados, mas o problema continua. A mecânica que é de extrema confiança não sabe mais o que fazer. Estou com o carro parado há 10 dias. Você conseguiu resolver o problema ou desistiu do carro ? Abs, Luciana Afonso – luaf@yahoo.com

  16. Marcio novembro 21, 2013 às 3:30 pm #

    Meu Feline 2009 (80000 km) começou a apresentar esse problema (apesar de ter trocado o óleo do cambio a um ano), mas somente quando está frio em geral pela manhã, sempre que sobe o giro e velocidade (2 para 3 marcha) da o tranco e a mensagem “Defeito na caixa de Câmbio”, mas levando ele em rotação controlada em no modo sequencial por uns 2 ou 3 km até aquecer ele deixa de apresentar o defeito podendo acelerar normalmente com o cambio em D. To levando assim pq a grana ta curta mas assim que der vou trocar as solenoides.

  17. Rogers Leão novembro 23, 2013 às 12:16 pm #

    Bom dia, pessoal. Tenho um 307 SD Presence Pack 2.0 Tiptronic, 2009, com 53 mil km. O carro é muito show, motor potente (porém esquentadinho) e o câmbio AL4 uma jóia. Contudo, há dois dias passados meu 307 também apresentou problema no câmbio: luz no painel e mensagem no computador de bordo: “defeito na caixa de câmbio”. Tomei um susto. O carro perdeu força e inibiu o modo manual. Não deu trancos, mas quase não consegui sair de um semáforo. Presumo que perdi a 1a. e a 2a. marchas. Como a concessionária (Rivoli) fica no caminho levei diretamente pra lá. Fui muito bem atendido e em 10 minutos um mecânico já cuidava do veículo. Segui para o trabalho (de táxi) e após o almoço o pessoal da Rivoli me ligou com a notícia de que o reparo ia ficar por volta de $ 850,00 (peças e mão-de-obra). Disseram ter que trocar os solenóides, o fluido da caixa e uma junta. Fiquei furioso, mas não fui indelicado com o funcionário pois sei que ele não tem culpa. Autorizei o orçamento com a ressalva de que não concordava com a cobrança pois câmbio não é para dar problemas, no máximo revisões programadas. Numa pesquisa que fiz infelizmente essa ocorrência é recorrente nas caixas AL4, um vício oculto para o consumidor, mas de pleno conhecimento do fabricante. Caso de recall mesmo. Descobri que a caixa AL4 não foi feita nem adaptada para as condições de clima e trânsito brasileiros, e o manual ainda traz uma informação errada de que o fluido é para toda vida do câmbio, um absurdo. Ocorre que como esse câmbio foi feito para condições mais amenas ele não possui radiador para resfriar o fluido, somente um ultrapassado e ineficiente trocador de calor que usa o líquido que arrefece o motor (o esquentadinho). Junto a isso, as eletroválvulas anteriores a 2009 trabalhavam a 50 hz (agora trabalham a 100 hz e a Peugeot trocou o fabricante), o que fazia aumentar ainda mais a temperatura de trabalho do conjunto. Se somarmos essas nformações ao fato que o fluido original (caro pra cacete) que vem na caixa AL4 é semi-sintético (de méia performance), temos que o negócio foi feito para quebrar mesmo. Como a concessionária recebe a instrução do fabricante que o fluido é para a vida toda do câmbio, ele não é trocado como deveria (no máximo com 40 mil km – ideal a cada 30 mil) e acaba fritando literalmente, às vezes matando a caixa. É por isso que as eletroválvulas (que já não são boas) pifam também. O excesso de particulados metálicos oriundo do desgaste interno no fluido “eterno” acabam danificando tudo. E reparem num detalhe: na caixa cabem perto de 6,7 litros e na troca só se consegue retirar 4,5. Então, ficam dois litros de fluido contaminado no conjunto. Só a troca padrão não basta, tem que “lavar” todo o sistema, trocando e trocando até limpar tudo antes de botar para rodar. Sei de casos de proprietários que “lavaram” todo o sistema, trocaram o fluido original semi-sintetico por um sintetico (MTF da Z-Lub, esse sim de alta performance), além da troca das solenóides (eletroválvulas), junta do comando, anéis de vedação dos bujões, atualização do software da central e reset do contador de viscosidade, e que depois disso o conjunto ficou zerado (claro, só vale se o conjunto não tiver sofrido um dano mais severo antes desse procedimento). Voltando ao meu caso, estou só esperando a concessionária me ligar para ir pegar o carro que eu vou relembar a eles tudo isso, pois já avisei que pagaria a manutenção apenas por não ter outra saída, uma vez que era a parte hipossuficiente na relação e não poderia ficar sem meu carro. Informei também, para registro, que iria buscar reaver cada centavo pago, mais os danos sofridos, pois como já mencionei é um caso clássico de recall. É recorrente e acontece com todos os veículos franceses que usam o câmbio AL4 (Peugeot, Citroen e Renault – que até já mudou o trocador de calor por um mais eficiente). Não é correto a Peugeot do Brasil saber de um problema contumaz e não fazer o recall. Me lembrei imediatamente do caso dos pneus da Ranger/Explorer (Ford), tipo: “sei do problema mas é mais barato ressarcir quem reclamar do que fazer o recall”. Os CEOs da Peugeot aqui e na matriz são muito fracos. São tão gananciosos que deixaram de entender de carros, de mercado (temos os modelos mais ultrapassados da marca mesmo sendo emergentes que adoram carro e dão lucro às montadoras), e de consumidores brasileiros (pelo modo que algumas concessionárias tratam seus clientes que precisam de ajuda – eu tive sorte, a Rivoli até agora sempre foi exemplar comigo, mas na pesquisa que fiz na internet a grita é geral). Estão com isso matando a marca aos poucos; uma morte cruel. É como se estivessem assando a galinha dos ovos de ouro. Uns patetas mesmo. Enfim, sou apaixonado pelo meu 307, mas sei que é sofrido ter Peugeot. É uma relação platônica. Tenho também um 207 Passion (da patroa), e já tive um 206 Moonlight (suspensão de bosta mas um motorzinho macho às pampas). Qualquer novidade aviso.

    • mateuscordeiro novembro 25, 2013 às 10:12 am #

      Amigo poderia deixar os dados da concessionária Rivoli.

      • Jose. J. Marq novembro 25, 2013 às 3:55 pm #

        Caro colega, se prepara para mais um capitulo que com certeza vais atuar. Esse problema do tranco, depois entrar em modo segurança, travar na terceira, botar a informação no painel de “defeito na caixa do cambio” é só um dos capítulos que essa merda de cambio vai apresentar. Aconteceu isso com o meu (na mão do ex-dono) e ele fez justamente o que você fez. Dai comprei a maquina, eu seria o segundo dono, que lindo! Agora pasmem, comprei a belezura com 72.000KM, mas quando chegamos na casa dos 85.000KM, começou o segundo capitulo: quando o defeito do tranco acontece depois do carro quente (andar pra lá-andar pra cá, tipo muvuca dos semáforos) ai a tecnologia do AL4, entra em ação, ou seja, depois de parar no semáforo, ao retomar, da o tranco pra engatar a primeira, mas depois de engatar a primeira, não tem mais tranco (dai só se parar de novo) e o mais legal, não aparece nenhuma informação no CB. Levei a uma concessionária que fez o escaneamento e não detectou nada. Moral da historia e final feliz do segundo capitulo: tem de parar numa oficina especializada em cambio automático e mandar trocar uma desgraça do kit interno e claro, novamente o fluido da caixa de cambio, cuja brincadeira, não vai custar menos de R$ 2.500,00, mas pode chegar a R$ 4.000,00. E sabe mais que me falaram, pronto, agora você tem cambio para mais uns 60.000KM, ou seja, essa merda de defeito de fabrica teria que ser feita gratuitamente pela Peugeot na qualidade de recall (já que existe essa possibilidade do trocador de calor ser insuficiente) era só trocar por um novo modelo mais adequado para as condições climáticas do Brasil. Boa sorte. O carro é show de bola em outros aspectos, mas não vale a pena esse constrangimento que nós os propriotários destas maquinas equipados com um equipamento do século XIX. Teríamos que fazer uma corrente, formar uma associação, procurar suporte de advogados com conhecimento e ingressarmos com uma ação contra a montadora, solicitando recall, inclusive nos veículos mais antigos, porem equipados com esse modelo de porcaria de cambio, pois esse problema não é considerado desgaste ou final de vida útil, é nada menos que defeito no projeto para as condições do climáticas do Brasil..

  18. Rogers Leão novembro 23, 2013 às 9:23 pm #

    Pessoal, boa tarde. Continuando a saga da pane na caixa AL4 do meu 307… A concessionária me ligou para ir buscar “a nave”. Disseram que o carro estava pronto, então corri pra lá. Gentileza pra lá, gentileza pra cá e “pousaram” o possante na minha frente. De cara pedi para falar com o mecânico que cuidou do carro, um rapazote educado e atencioso. Tasquei logo a primeira pergunta: “como estava a aparência do fluido da caixa? estava escurecido?”. Resposta: sim. O mecânico então explicou o que foi feito: troca das eletroválvulas, atualização do software da caixa e do motor e COMPLEMENTO do fluido da caixa… Hã?! Como assim, complemento? O fluido não estava escurecido? Se estava escurecido é pq tá contaminado com particulados ferrosos. O troço agora é uma lima, não um lubrificante. Aí completaram 2 litros de óleo novo tendo 4,7 litros de fluido queimado dentro da caixa, é isso? Tá tudo contaminado de novo, meu filho. Nesse momento baixou o Marcelo Rezendo em mim: “Não, nao, meu filho, dá trabalho pra comprar um carro desses. Isso não é manunteção, é remendo”. Pedi então a OS com tudo que foi feito e consumido no serviço e fui encaminhado a outro setor. Tentaram me convencer que o procedimento estava correto, era aquilo mesmo, etc e tal. Combati com lógica e dados ponto por ponto os argumentos deles. Disse que as eletroválvulas, que já não eram boas (as de 2009), pifavam pq o fabricante afirma que o fluido Mobil LT71141 é para “toda vida”, uma inverdade, e que acabava fritando com o tempo e danificando o câmbio. Então, por lógico, somente trocar as eletroválvulas e COMPLETAR o “óleo” da caixa seria atuar na consequência e não na causa do problema: a porcaria do fluido. O que provocaria outra pane mais adiante. O fato é que papo vai e papo vem me recusei a receber o carro até que um serviço decente fosse realizado. Disse que aprovei o orçamento para TROCA DAS ELETROVÁLVULAS, TROCA DA JUNTA DO MÓDULO E TROCA DO FLUIDO DA CAIXA, implícito aí a troca do oring do bujão e dos anéis de retenção das válvulas, não da simples troca das válvulas e complemento do fluído. O serviço estava incompleto e deveria ser regularizado. Então o carinha responsável me disse que completaria o serviço mas eu teria que pagar mais $$$. Aí, mano, nessa hora que ele tentou entrar no meu bolso eu disse: Como? Repete? Ele se calou. Eu emendei. O carro vai ficar aí e eu só saio daqui quando tiver sido feito um serviço decente, e eu não vou pagar um tostão a mais. Nem era para eu estar pagando essa manunteção pq é um problema de recall, e você ainda quer me arrancar mais dinheiro? Negativo. Aí argumentaram que iriam levar o caso aos superiores e retornariam na segunda. Então, até segunda com os próximos capítulos dessa novela.

    • Daniele novembro 27, 2013 às 12:43 pm #

      E aí? O que aconteceu???

  19. Fernando dezembro 12, 2013 às 2:24 am #

    Tenho uma 307 sw, automática. Meu cambio apresentou problemas na marcha ré no começo de junho desse ano. No começo o carro não tinha força para subir rampas em ré e depois foi só piorando, depois de 15 dias melhorou e hoje nem na reta o carro anda em marcha ré.
    Já levei em 3 mecânicos que se dizem especialistas em cambio automatico e todos sem passar o Lexia ou outro rastreador já condenaram o cambio, valor do serviço + peças de 2.500 a 5mil reais. Em todos os casos perguntei se poderia ser perda de pressão de alguma eletrovalvula e todos me falaram que não, que isso seria problema mecânico. Fiz algumas pesquisas ( meu caso não se acha nada) e encontrei o manual e desenhos do cambio al4. Pelo que entendi o cambio usa 4 solenóides de uso misto das marchas, por exemplo; solenóide 1, para a primeira e o reverso, segunda solenóide 1 e 2 e assim vai pela rotação so carro. E vi que há mais 5 solenóides que seria responsável por cada uma das marchas idependente de rotação. Todos os mecânicos falaram que não existe a tal de EVS5 e que meu cambio duraria no máximo 1 mês, claro que tirei o carro e nunca mais voltei, já se passaram quase 6 meses, rodo diariamente 90kms em média e o cambio esta a mesma coisa, primeira a quarta normal e a ré não funciona.

    Se alguem conhecer algum especialista em cambio que seja honesto aqui em Belo Horizonte, ou alguém que tenha alguma informação técnica que possa me ajudar, me informe por favor.
    Abraços.

  20. José Carlos de Almeida Lima janeiro 4, 2014 às 8:44 pm #

    Olá! Muito tem se falado desses problemas apresentados pelo câmbio automático do Peugeot 307. Eu estou indignado! Além desses problemas, ainda temos que fazer buscas para achar essas peças. Nem sempre elas estão disponíveis nas concessonárias para pronta entrega. Eu tenho um 307 hatch presence pack 2.0 16V 2010/2011 com 48.000Km e posso afirma com toda certeza: EU NÃO COMPRO MAIS CARROS PEUGEOT/RENAULT/CITROEN! Peças muito caras e, algumas vezes, difíceis de se encontrar. Desculpem-me as pessoas que comentaram que o 307 é um “carrão”! Prefiro um carro mais simples do que ter um “carrão” problemático! Peugeot, tô fora!! Mais um detalhe interessante: voces sabiam que não encontramos Peugeot, Citroen e Renault nos Estados Unidos? Sabem por que? Eles deram muito problemas por lá e acabaram ” se queimando”. Ninguém comprava mais.

    • ZEMARX janeiro 5, 2014 às 12:41 am #

      Caro José, me perdoe a força da expressão: bem vindo ao clube dos propriotários de Peugeot 307 equipado com cambio automático AL4. Como já havia comentado meses atrás, passei por essa merda de problema. Diante do vexame, pesquisei muito na net , fui atrás de dois profissionais especialistas nesse tipo de cambio e pude verificar que existe duas situações que vai de moderado a grave. Se o tranco e a informação no CB, aparece com o carro frio, tipo de manhã, saindo da garagem, tem de verificar se não é o coxim inferior do cambio ou troca das duas eletroválvulas e o óleo do cambio (pena que só conseguem trocar no máximo 5 litros no 2.0, quando o correto seria trocar todo o óleo do cambio) ou seja, o óleo novo vai ser contaminado pelo restante do óleo velho que fica retido, no meu caso, foi trocado o óleo duas vezes seguidamente. Agora se o tranco para engatar a primeira, for depois do carro quente, (anda pra lá e pra cá, para no semáforo e anda) sem informação no CB e nem trava na terceira, pode se preparar que o problema pode ser mais sério. A cacetada é salgada (vai de R$ 2.500,00 a 4.200,00) em oficinas especializadas, na concessionaria pode chegar a R$ 6.000.00. E ainda dizem, que mesmo sendo resolvido, trocado eletroválvulas, óleo, kit, etc, depois de rodar mais uns 60.000/70.000KM, vai acontecer tudo de novo. Dizem alguns expertos, que o maior problema desse cambio é a temperatura do óleo que é resfriado por um sistema inapropriado para as regiões quentes do Brasil. E quero aproveitar para compartilhar um outro detalhe com vocês, aqui nesse fórum. Tenho um Peugeot 307 2.0/16V/Autom/2007/bco. couro/sensores de ré com indicador em tela retratil, e todo ano renovo o seguro e o mais interessante é que a seguradora, usa a tabela FIPE Brasil, cujo valor em outubro último foi segurado em R$ 25.000,00. Agora tenta vender esse carro. Fui a uma concessionária Peugeot tentar trocar por um fusca e um 147, levei toda a documentação em dia, todas a notas fiscais das manutenções realizadas de um ano e meio para cá, cujo valores chegam a quase R$ 8.000,00, sabe quanto me ofereceram? R$ 16.000,00. Sei que tem gente que elogia esse carro, mas estão certos, quando chegar a vez deles passarem pelo que estamos passando, quero ver se não mudam de opinião. A tecnologia é um show a parte. Mas nesses modelos com cambio automático AL4, não vale a pena. Eu particularmente, nunca mais, nunca mais compro carro de tecnologia Francesa. Tenho colegas que tem carros de outras montadoras com cambio automático, claro, não é AL4 e já rodaram mais de 150.000KM sem trocar nada no cambio e nem mesmo na suspensão. Boa sorte aos que não concordarem meu desabafo.

    • Fernando janeiro 6, 2014 às 4:57 pm #

      Realmente é revoltante este problema do AL4, acho que seria amenizado com um recall da marca para troca de solenóides (na época) e se este cambio tivesse ao menos vareta de verificação de fluído como em outros carros.
      Ao invés disso a PSA ficou enrolando os clientes soltando atualizações de programação para o cambio.
      Até que volto a comprar outro Francês automático mas seria com cambio 6 marchas ou CVT, problema real dos 207, 307, 407, 208, 308 e 408 automáticos 4 marchas é o AL4 (DP0).

      Problemas todos as marcas e carros tem risco de ter a não ser problema crônico igual aos carros AL4.

  21. Amberson Luiz Rocha de Oliveira janeiro 15, 2014 às 12:43 am #

    Amigos, boa noite
    O meu 307 esta com 83.000 km e começou aparecer esta mensagem e os tais trancos, só que pelo que li em todos os comentários a cima, será que não caberia uma ação conjunta contra a Peugeot, porque as falhas são comum em torno de 80.000km. Vou tentar arrumar uma solução, caso consiga algo diferente informaremos aos amigos sofredores…

    • ZEMARX janeiro 15, 2014 às 3:09 pm #

      Caros colegas. É o que venho defendendo. Visto esse problema acontecer prematuramente e muito frequente nos veículos equipados com esse modelo de cambio AL4. Se verificarmos, esse defeito não é só crônico e sim defeito no projeto do cambio. Verificado que em outros modelos de câmbios automático não há essa frequência do mesmo problema. Se a galera topar em mover uma ação, solicitando recall das montadoras que utilizam esse modelo de cambio, sem nenhum custo para os proprietários, (mesmo nossos carros não estando mais no período da garantia) eu também topo. Att. Joel

      • Ricardo J Gasparini janeiro 15, 2014 às 7:43 pm #

        Eu concordo plenamente… e também topo em mover uma ação ….. Att Ricardo

      • Amberson Luiz janeiro 21, 2014 às 1:35 am #

        Senhores boa noite!
        Estarei agendando uma visita a revenda Peugeot da minha cidade para deixar registrada a falha em OS e saber qual a real situação e se possível vou solicitar um orçamento, que poderá nos ajudar no futuro. Assim que tiver um parecer técnico da revenda volta posta para os senhores.
        Att.
        Amberson Luiz

      • Rodrigo janeiro 21, 2014 às 3:04 am #

        Tenho um 307 Griffe 2007 aut , já até me acostumei com os trancos e avisos no painel, depois que desligo e ligo o carro o aviso não aparece por duas semanas. RS
        Acho que esse problema nas eletro válvulas realmente deveria gerar recall , sei que o estado crítico é quando o carro não faz mais as trocas de marcha então só vou fazer a troca das mesmas quando isso acontecer, afinal tem muito Pug 2003 rodando até hoje com esses trancos nas trocas de marcha. Isso realmente me encomoda e não passa segurança, mas pagar 1.300 sem garantia também não me deixa nada confortável enfim. Vida que segue va ver até quando ele vai aguentar.

    • Flavia Soares abril 2, 2014 às 3:59 pm #

      Também topo. ação coletiva pode resolver o problema. Precisamos do recall. Estamos no mesmo barco.

      Flavia Soares – SP
      flaviasbj@ig.com.br

  22. Alexandre Santos janeiro 21, 2014 às 7:35 pm #

    Senhores, tenho um 307 SW Feline, tive os mesmos problemas relatados acima, pesquisei muito na web sobre os problemas e resolvi consertar o meu carro, já que o meu problema se agravou quando meu carro não saiu mais do Modo de emergência. Com 97000 Km acredito que os proprietários anteriores nunca fizeram manutenção, pois o óleo que saiu deste cambio estava totalmente inapropriado. As trocas do óleo são recomendadas a cada 40 Mil Km.
    Sintomas que ocorreram: Trancos nas trocas de marcha, entrar em modo de emergência sempre quando saia com ele frio, perda de força para arrancar, parece que fica patinando e não despeja potencia na roda, e por fim entrar em modo de emergência quando estava viajando a mais ou menos 110 km/h.
    Fiz o conserto em uma oficina especializada em Cambio Automático aqui em Curitiba http://www.multitransmissao.com.br que saiu por R$ 4.500,00.
    Sou um entusiasta desta nave, mas estou muito desapontado com o mesmo, pois a manutenção é muito alta e tem muito curioso que troca as solenóides de pressão e diz que conserta o problema, mas apenas prorroga por mais uns 10 mil KM o problema que irá acontecer. Maldito câmbio AL4.
    Para minha surpresa após um mês do reparo total que foi feito, o que mudou muito a tocada do carro, deu problema novamente de entrar em modo de emergência, porem quando cobrei a garantia do serviço feito, o que prontamente foi correspondido, fui informado que o problema se deu devido a um sensor de rotação do Câmbio que foi substituído.

    • Chris janeiro 31, 2014 às 12:08 am #

      Pessoal, eu também estou passando pelos mesmos problemas com o câmbio do Peugeot 207. Meu carro é uma arma letal pq além da perda de força na retomada, solavanco e estrondo, na sequencia ele dispara em velocidade mesmo sem acelerar. Por conta dessa perda de força sofri um acidente, o carro não teve performance suficiente para me tirar de uma situação de risco. Quantos carros como o meu estão circulando pelo Brasil a fora colocando vidas em risco???? Já passou da hora da Peugeot resolver isso e tb obviamente dos órgãos competentes obrigarem o recall. Vamos mover uma ação conjunta contra a Peugeot solicitando indenização desses valores gastos em oficina, além disso, trata-se de um crime contra a economia popular já que o carro perde muito valor e é difícil de vender. Juntos teremos visibilidade na imprensa e também força para cobrar dos órgão competentes esse recall.

      • Flavia Soares abril 2, 2014 às 4:18 pm #

        Vamos, Chris. Estou na mesma situação.

        Flávia Soares – SP
        flaviasbj@ig.com.br

  23. Fraga fevereiro 11, 2014 às 4:49 pm #

    Alguém conhece algum mecânico para indicar no Rio de Janeiro?
    Vamos correr atrás dos nossos direitos?

    • Luciana Afonso abril 10, 2014 às 9:16 pm #

      Flávia Soares, também estou com problemas no câmbio do 307 e topo entrar com a ação coletiva. Luciana Afonso – RJ – luaf@yahoo.com. Acho que devemos ter os nomes e email de todos e realizarmos uma conferência.

  24. Davi da Costa fevereiro 16, 2014 às 4:04 am #

    Olá, eu estava olhando para comprar um 307 SW Feline ano 2008, mas com todos estes problemas citados acima fiquei com medo de arrumar uma baita dor de cabeça pra mim. Concordo plenamente que os proprietários precisam entrar com uma ação e cobrar na justiça algum retorno da Peugeot, mas façam logo, não fiquem amargurando mais prejuízos como os que já sofreram. Se puder ajudar em algo estou a disposição. Att, Davi – Teutônia – RS. daviicosta@hotmail.com

  25. Daniel Fonseca fevereiro 26, 2014 às 1:07 pm #

    Caros, tenho um Peugeot 207SW Automático 2009 (52.000). Além de todos os problemas apresentados pelo câmbio AL4 e que é de conhecimento de todos, após trocar as solenóides, fluído do câmbio e limpeza geral do sistema, o câmbio e as trocas de marchas melhoraram, porém o carro praticamente perdeu força nas arrancadas e nas subidas. Meu mecânico de confiança fez todas as medições de pressão de fluídos, verificação de sujidades no sistema de injeção e catalisador, porém não conseguiu solucionar o problema. Estou com carro parado na oficina sem uma solução aparecente. Alguém poderia me dar uma luz e me indicar o que mais devemos avaliar no carro, ou qual pode ser o problema desta perda de força? Quero arrumar o carro logo e passar para frente. Peugeot nunca mais !!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: